• 2016 FOI DIFÍCIL – VAMOS CONTINUAR A LUTAR

    15 novembre 2016 | Editorial | Admin
  • Mais um ano de vida e de luta foi contornado por este nosso jornal cuja luta tenaz tem sido desde a sua fundação servir os seus leitores, o país em geral, cada vez mais e com elevada qualidade. É um desafio que sempre aceitamos e procuramos encarar com serenidade, seriedade, honestidade, profissionalismo, cientes dos nossos limites materiais, financeiros e humanos.
    O ano que agora findou, 2016, bafejou-nos com uma sorte madrasta que não nos permitiu alcançar o nível, a qualidade e a periodicidade com que habitualmente marcamos presença nas bancas. Foi difícil, muito difícil,  aguentar a pedalada que nos foi imposta pelas dificuldades financeiras numa altura em que o país se viu mergulhado na maior crise política de que há memória em toda a sua existência como estado soberano. Muitas crises foram vividas, mas, iguais a que ainda se vive e com tamanha longevidade, nunca foi experimentada.
    É verdade que factos noticiosos para todos os paladares não faltaram. Neste ponto temos que dar mão à palmatoria: Nós é que não estivemos a altura das circunstâncias pese embora estivessemos animados da melhor das vontades de contribuir, no que fosse possível, na pacificação dos espíritos e, consequentemente, na procura e identificação da melhor saída para superar a longa crise que manieta o país e mantem os cidadãos desorientados e divididos. Por isso, esporadicamente, interviemos aqui e ali mas não da forma que nos é peculiar ao nível da opinião pública. Deixamos aqui expressas as nossas sentidas desculpas aos nossos fiéis leitores, aqueles que sempre acreditaram neste jornal, que, de facto se constituem como a razão da existência deste espaço de discussão e de debates de ideias sem qualquer discriminação ou propensão politico-partidária. Por outro lado, regozijamo-nos pelo facto de termos conseguido manter este jornal, em todos os estados da crise política, à margem de posicionamentos pouco consentâneos com o seu estatuto editorial. Estamos cientes de que, nem por isso nos eximios de rótulo indesejavel mas, consideramos esse particular um acidente de percurso. Nada mais.
    Todavia, esforços estão a ser envidados para que, este ano, no minimo, seja alcançada a meta de 52 edições. Por isso, contamos com cada cidadão que acede a Gazeta de Notícias como potencial contribuinte para que este projecto se tenha de pé por muitos e longos anos.
    Aceite, caro leitor, a expressão dos nossos Melhores Votos de um Ano Novo saudável e muito próspero

     

  • Serviço comunitário MTN irá investir cerca de treze milhões de francos CFA em Faculdades de Medicina de Bissau e Bafatá

      A empresa de Telecomunicação MTN em parceria com Ministério de Saúde publica irão investirem, acerca de treze milhões de francos cfa para as faculdades de medicina de Bissau e de Bafata com salas de informática completa, no quadro da jornada 21 dias do serviço à comunidade. A revelação foi feita hoje pelo Diretor-geral desta empresa de telecomunicação Jabulane [...]

    Read more

    GUINEENSES NAS RUAS DE BISSAU CONTRA JOSÉ MÁRIO VAZ

    Manifestantes exigiram, este sábado (25.03), na Guiné-Bissau, a demissão do Presidente da República. Segundo os movimentos sociais, José Mário Vaz é o principal responsável pela crise que se arrasta no país. Centenas de pessoas foram às ruas da capital guineense, Bissau, no sábado (25 de março), para exigir a renúncia do Presidente José Mário Vaz. A manifestação pacífica foi [...]

    Read more

    CHUVA DE RUMORES EM BISSAU - POPULARIDADE DE JOMAV AQUÉM DE ZERO

    CHUVA DE RUMORES EM BISSAU - POPULARIDADE DE JOMAV AQUÉM DE ZERO O PAÍS VAI MAL. No espaço de dois anos o actual Governo é o QUINTO Governo da legislatura. Há salários em atraso; o Executivo governa sem Programa nem Orçamento (o limite legal do recurso a duodécimos foi atingido); as escolas públicas estão encerradas devido a greve dos professores. A Assembleia Nacional Popular [...]

    Read more

    BCEAO e FMI organizam conferência regional sobre inclusão financeira

    Na abertura da reunião o director-executivo do BCEAO no país, João Aladji Mamadu Fadia, a partir da sede em Bissau, disse que a iniciativa visa a discussão entre os participantes, sobre o nível da taxa de bancarização na sub-região, considerada a mais baixa do mundo. “Queremos fazer de tudo para permitir as nossas populações o acesso as finanças”, afirmou. No entanto, João [...]

    Read more

    O QUE FAZ CORRER JOMAV E DSP?

      “A nosso ver, a única alternativa à Paz é a própria Paz. Com a paz, e aqui destacamos o papel dos partidos políticos, da comunicação social, das confissões religiosas e de outras organizações da sociedade civil, com a paz sentimos a nossa irmandade a penetrar nas profundezas do âmago da nossa guinendade, do nosso sistema de valores. Com a paz galvanizamo-nos para desenvolver[...]

    Read more

    FALTA DE IODO COMPLICA SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA

    A Direcção-Geral da Prevenção e promoção de Saúde através da Direcção do Serviço de Alimentação, Nutrição e Sobrevivência das Crianças, com o apoio do UNICEF procedeu terça-feira a cerimônia de entrega da Máquina de Iodização de sal bem como equipamentos informáticos com os respectivos assessórios. Após a entrega, o Representante do UNICEF na Guiné-Bissau, Abubacar [...]

    Read more

    Presidente da Liga investido para mandato de quatro anos: PGR promete tudo fazer para que os direitos humanos sejam respeitados

    Augusto Mário da Silva foi investido esta terça-feira ao cargo de presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH), numa cerimónia presidida pelo Procurador-Geral da República, para um mandato de quatro anos. O presidente da LGDH foi eleito no 3º Congresso Ordinário da organização realizado no dia 16 de Maio passado. O PGR Hermenegildo Pereira, expressou o compromisso público[...]

    Read more

    AS FINANÇAS PÚBLICAS: Problemas e Soluções (2)

    O pagamento do salário, na Guiné-Bissau, constitui um das questões que afectam consideravelmente o funcionamento normal das instituições do país e, consequentemente, contribui para a sua fragilização, originando distorções e injustiças gritantes na sua Administração Pública. A título ilustrativo, verifica-se que o salário auferido por um servente é pago 60 vezes pelo mais alto [...]

    Read more

    A organização não governamental internacional Greenpeace” denunciou que mais de 90 (noventa) navios pescam ilegalmente nas águas territoriais da Guiné-Bissau. A denúncia consta no relatório sobre os trabalhos de fiscalização levados a cabo pelo navio da organização durante quatro dias nas águas territoriais da Guiné-Bissau, que foi apresentado ao Presidente da República, José [...]

    Read more

    AOS HOMENS DA ARTE?E CULTURA: OS ETERNOS PRESENTES SEMPRE ESQUECIDOS

    Sempre que um FIDJU DI TERA é chamado noutra partes do mundo por motivos outros distantes das "eternas crises" nacionais, rejubilamos, congratulamos por isso. Cada HOMENAGEM, cada premiação, reconhecimento sentido do talento, das capacidades de um FIDJU DI TERA, é a expressão de BALUR DI TCHON - FIDJU DI GUINÉ BALI PENA. Fora das reduzidas dimensões das politiquices que minam a [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>