• A HISTÓRIA NÃO ISENTARÁ QUEM NÃO MERECE

    9 novembre 2017 | Editorial | Admin
  • A HISTÓRIA NÃO ISENTARÁ QUEM NÃO MERECE

    « Só não acaba o que não começou », diz DITADO BEAFADA.

    Penso nalguns dos grandes acontecimentos, apenas dos últimos CEM ANOS, que marcaram o MUNDO de forma assaz indelével para serem esquecidos. Podia apontar algumas das grandes invenções científicas que mudaram a vida e a face do mundo mas, inclino a favor destes:

    – A Primeira Guerra mundial começou em 1914 e acabou em 1918;
    – A Segunda Guerra Mundial foi iniciada em 1939 e terminada em 1945;
    – A Guerra Fria caracterizada por disputas estratégicas e conflitos indirectos entre a URSS e os EUA teve início em 1945, depois da Segunda Guerra Mundial, e, terminou em 1991 com a extinção da União Soviética.

    Marcaram a SUA ERA grandes personagens, DITADORES, designadamente, Hitler (Alemanha), Stalin (Rússia), Mussolini (Itália), Franco (Espanha), Salazar (Portugal) … etc…etc… etc… Não são referidos na HISTÓRIA pelos grandes fetos que fizeram tão só pelas maldades que perpetraram.

    A seu tempo os que viveram as horas difíceis animadas pela violência gratuita marcada por ódios, assassínios, violações dos direitos mais elementares do ser humano, morticínios diversos, concretamente, as diferentes gerações que se sucederam foram também marcadas directa ou indirectamente, de forma indelével, FÍSICA E PSICOLOGICAMENTE.

    Reportando à nossa história recente, pode-se apontar a Luta de Libertação Nacional iniciada em 1963 que volvido ONZE ANOS terminou (1974).

    Algumas horas difíceis pós-independência também foram superadas: os casos, as intentonas, as inventonas, os golpes de estado. O povo viveu, com maior ou menor intensidade, cada momento consoante a sua especificidade.
    Servem as observações feitas atrás apenas para sublinhar que, efectivamente, por mais dura que seja uma situação, um momento particular, uma etapa da vida, ACABA SEMPRE POR PASSAR À HISTÓRIA.
    HÁ GENTE QUE A HISTÓRIA NÃO ISENTARÁ DAS SUAS RESPONSABILIDADES!
    NÃO SE PODE ADIAR O NASCER E O PÔR-DO-SOL.

  • República da Guiné-Bissau MINISTÉRIO DAS PESCAS DIRECÇÃO GERAL DA FORMAÇÃO E APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS PESCAS PROJET REGIONAL DES PECHES EN AFRIQUE DE L’OUEST (PRAO GUINEE-BISSAU) SOLICITATION DE MANIFESTATION D’INTERET POUR LA SELECTION DU REPONSABLE ADMINISTRATRATIF ET FINANCIER (RAF) DU PRAO-GUINEE BISSAU (PRAO-GB) Nº de Prêt/Crédit/Don : IDA PPF V0900 Projet ID : [...]

    Read more

    A Deontologia como dimensão éticO-PROFISSIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICO - ALGUMAS EMULAÇÕES - Os Servidores públicos são pessoas que prestam serviços ao Estado e às entidades da Administração Pública, com remuneração paga pelos cofres públicos, sendo responsáveis pelo desenvolvimento dos Serviços Públicos, e consequentemente do País, a partir de contribuições que, [...]

    Read more

    Governo inviabiliza marcha dos professores

    Segundo Laureano Pereira, estes tipos de atitudes não são correctos, porque são uma violação aos direitos humanos, a liberdade de expressão, a liberdade de opinião e de manifestação dos professores. Afirmou que no quadro da preparação da marcha pacífica, entregou, na última segunda-feira, uma nota ao ministério do Interior e ao presidente da Câmara Municipal de Bissau, com vista [...]

    Read more

    O Movimento Nacional da Sociedade Civil para Democracia e Desenvolvimento (MNSCDD) exige ao Presidente da República, a exoneração do novo Primeiro-Ministro nomeado recentemente por sua própria iniciativa. No comunicado distribuído à imprensa, MNSCDD recomenda ao PR José Mário Vaz ouvir o PAIGC e outras formações políticas com assento parlamentar. Tendo mostrado surpreendido com a [...]

    Read more

    AS FINANÇAS PÚBLICAS: Problemas e Soluções (2)

    O pagamento do salário, na Guiné-Bissau, constitui um das questões que afectam consideravelmente o funcionamento normal das instituições do país e, consequentemente, contribui para a sua fragilização, originando distorções e injustiças gritantes na sua Administração Pública. A título ilustrativo, verifica-se que o salário auferido por um servente é pago 60 vezes pelo mais alto [...]

    Read more

    «Não há crise política na Guiné-Bissau, mas sim impasse institucional» - Soares Sambu, ministro dos Negócios Estrangeiros A situação na Guiné-Bissau foi novamente objecto de um debate no Conselho de Segurança da ONU. O relatório do secretário-geral não é muito otimista, se o impasse persistir. O Conselho de Segurança mantém as sanções e acredita que esta medida permitiu [...]

    Read more

    RETROSPECTIVA DE 2016 NA GUINE-BISSAU

    Cronologia Janeiro  1 de Janeiro -  O Chefe de Estado, José Mário Vaz, reconheceu que no ano de 2016 perfilaram-se vários desafios que devem ser resolvidos para que se possa cimentar as bases de um desenvolvimento sustentável. 11 - As bancadas parlamentares do PRS e do PAIGC chegaram a consenso quanto ao agendamento da sessão extraordinária para o próximo dia 18, a fim de, [...]

    Read more

    Baciro Djá «nem aqueceu a poltrona»: como vice-presidente do paigc vai voltar ou não à chefia do próximo governo?

    Baciro Djá foi primeiro-ministro de 13 de Agosto a 09 de Setembro de 2015. Substituiu Domingos Simões Pereira, cujo Governo foi demitido um dia antes, a 12 de Agosto, pelo Presidente da República alegadamente no uso das prerrogativas que a Lei Magna do país lhe confere situação seguida por fortes contestações de uma larga franja do PAIGC, algumas formações políticas, algumas [...]

    Read more

    BACIRO EMBALÓ ASSASSINADO EM GÃ MAMUDO : &quote;REGISTO BIOGRÁFICO&quote;

    Acontece que no dia 19/08/2016, aladje Baciro Embalo, mais conhecido por Aladje Baciro Embalo, mais conhecido por Aladje Sidi Cantchungo barbaramente assassinado a tiro, a queima roupa, junto a porta da sua casa, em Gã Mamudo, sector de Mansoa região de Oio, por um homem desconhecido. O aladje Seidi Cantchungo, foi surpreendido pelo assassino, quando se preparava para ir realizar a sua [...]

    Read more

    Em resposta ao apelo das organizações da sociedade civil guineense agrupadas na Aliança Nacional para Paz e Democracia que decidiu avançar para desobediência civil a nível nacional, hoje, o Sindicato  dos Motoristas e Rodoviários da Guiné-Bissau (SMR) revelou que não vai aderir à iniciativa, por considerar os atuais acontecimentos no país de cunho político e que devem ser resolvidos [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>