• Crise política: Plataforma de organizações da sociedade civil exige rápida formação do novo Governo

    4 septembre 2015 | Sociedade | Admin
  • A Plataforma das Organizações da Sociedade Civil para Democracia Cidadania e Direitos Humanos (POSCDCDH) afirmou, hoje em conferência de imprensa que, é urgentíssimo a formação de um Governo constitucional, a fim de desbloquear o país e continuar efetuar esforços para o seu desenvolvimento.

    Caso contrário, diz a organização, o atraso na sua formação pode comprometer a abertura do novo ano lectivo, arrecadação das receitas para a satisfação das necessidades públicas, investimento estrangeiro, normal funcionamento da Administração pública, ordem e segurança interna, credibilidade interna e externa do país.

    O porta-voz da POSCDCDH, Mamadu Injai disse na conferência de Imprensa, que a principal preocupação da organização centra-se no atraso que se observa na formação do novo elenco governamental, o que acarreta graves prejuízos, a todos os níveis, para o país e pode comprometer seriamente os anseios do povo.

    “Compreende-se que, o novo Primeiro-Ministro está a procura de consensos com os partidos representados na ANP e indispensáveis à estabilidade governativa. O Governo não é só politicamente responsável perante o Presidente da República como também é emanação da ANP”, reconheceu Injai.

    Este responsável fez saber, que o Estado é uma instituição e que os funcionários públicos devem continuar a exercer as suas laborações possibilitando assim a prática de alguns actos administrativos, nomeadamente, a celebração de contratos ou certas operações materiais da Administração Pública.

  • CRISE INTERNA DO PAIGC FALSO DILEMA

    Reflexão de Ernesto Dabó em saudação ao 44º aniversário da independência da Guiné-Bissau. No passado dia 15 deste Setembro nacional, recebi convite da Comissão organizadora da CONFERÊNCIA NACIONAL DE REFLEXÃO PARA SALVAÇÃO DO PAIGC DE CABRAL, patrocinado pelo grupo dos 15, sob o lema: “UM PAIGC REUNIFICADO E COESO PARA ENFRENTAR FUTUROS DESAFIOS”. Confesso que acolhi o convite[...]

    Read more

    PIRÂMIDE INVERTIDA!

    15 janvier 2015 | Reflexão
    PIRÂMIDE INVERTIDA!

    “O poder tende a corromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente”. Exatamente aqui está o perigo de quem detém o poder. A linha para manter o caráter livre deste perigo é muito tênue. E poucos são os que conseguem entrar na esfera do poder e sair intacto. Considero que só os verdadeiros líderes no sentido lato da questão conseguem essa proeza. Os que nasceram para servir[...]

    Read more

    A distribuição das viaturas oferecidas pelo Reino de Marrocos, que foram distribuídas aos Senhores Digníssimos Deputados da Nação sob a batuta do Presidente da República NÃO FOI PACÍFICA. O critério da distribuição (conforme opiniões expressas publicamente) lesou uns e beneficiou outros, quando devia ser igualitária ou em função do arbítrio das formações políticas com assento [...]

    Read more

    FALAR RECONCILIAÇÃO FAZER EXCLUSÃO

    Dá muito jeito falar de reconciliação na Guiné-Bissau, porque no mercado politico nacional é produto que se procura desesperadamente, a ponto de, na maioria dos casos, comprarmos gato por lebre sem nos importarmos com o bichano que compramos. Precisamos dela como de água no deserto. Essa dramática necessidade, paradoxalmente tem sido aproveitada mais para se ocupar centros de decisão e [...]

    Read more

    RETROSPECTIVA DE 2016 NA GUINE-BISSAU

    Cronologia Janeiro  1 de Janeiro -  O Chefe de Estado, José Mário Vaz, reconheceu que no ano de 2016 perfilaram-se vários desafios que devem ser resolvidos para que se possa cimentar as bases de um desenvolvimento sustentável. 11 - As bancadas parlamentares do PRS e do PAIGC chegaram a consenso quanto ao agendamento da sessão extraordinária para o próximo dia 18, a fim de, [...]

    Read more

    Assaltada por um vazio, deito a mão ao actual livro de cabeceira, a compilação “Pensar para Melhor Agir”, das intervenções do Fundador das nacionalidades GB e CV, Amilcar Cabral, no Seminário de Quadros, 1969. E leio: “ Alguns camaradas, mesmo entre os que estão sentados nesta sala, têm a tendência de procurar comodidades à medida que crescem as suas responsabilidades. Há [...]

    Read more

    CARTA ABERTA AO ENGº CIPRIANO CASSAMÁ

    Fernando Ka Como guineense preocupado com os tristes acontecimentos no país, agitados por gente sem escrúpulos, cuja única mira é chegar ao poder a todo o custo, mesmo que seja para passar por cima de cadáveres. Sinto-me indignado com a forma de que se tem servido para atingir o seu objectivo e tudo a que pode deitar a mão serve. O senhor tem sido acusado de instigador do conflito de [...]

    Read more

    O PAIGC PADECE DE AMNÉSIA?

    A Guiné-Bissau aspira uma vida simples e segura, uma governação baseada no pragmatismo, porque o contexto político e social da nossa Pátria amada se encontra muito complicado o que mergulhando os cidadãos num desespero difícil de descrever. A classe política em si, não constitui um povo. É ele que ordena e coordena o quadro governativo, que proporciona o bom convívio entre o povo e o[...]

    Read more

    O Presidente do Sindicato Democrático dos Professores (SINDEPROF) disse esta terça-feira (11 de 10) que os professores não podem continuar a receber "magros salários" e a terem uma vida "altamente miserável" e numa condição de insuficiência de salas de aulas. No acto do fecho e da abertura do ano escolar (2015-2016 e 2016-2017) Laureano Pereira da Costa disse que os tempos que agora [...]

    Read more

    Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?

    “Atualmente, não sei como lograremos passar da palavra a ação, atendendo a esse lastimável teatro do poder”. Achille Mbembe   Quando procuramos observar com isenção a atual crise política guineense o sentimento que nos interpela é o de estarmos perante uma patética e acirrada disputa em que o principal objetivo é esmagar o adversário e, consequentemente manter [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>