• «DAMA COTCHE»: ARTISTA DE CHARME

    19 septembre 2015 | Cultura | Admin
  • DAMA COTCHE, nome artístico de Elitátia Cotchelita Pereira Cá, manteve uma entrevista com a GN durante a qual falou-se um pouco de tudo; os primeiros passos no mundo da música, os seus projetos e… a sua vida como artista e como jovem com muito caminho a percorrer pela vida fora…
    A artista da “nova geração” é autora e compositora. “Eu é que componho as minhas músicas. Começo pela melodia e depois faço a letra. Quando me vem a inspiração gravo no meu telemóvel…” Varia os temas das suas composições do amor à política; faz crítica social; critica os males da sociedade e releva os aspetos bons do dia-a-dia. Mas para o álbum que prepara conta com o apoio de Alficene Califo Baldé, um compositor cujas letras lhe agradam.
    Dama Cotche deu os primeiros passos no mundo da música ainda criança, fazendo “play back”. Participou no festival organizado pela Secretaria de Estado da Cultura em 2008. Não esteve no festival de Bubaque este ano devido a doença do seu pai.
    Como não podia conciliar a intensidade das aulas na universidade com atividades musicais, teve que dar prioridade à formação. “Hoje não me arrependo dessa decisão porque sou licenciada em Direito pela Universidade Colinas de Boé”, afirma a artista que garante que, agora que já cumpriu o seu grande objetivo, vai dedicar-se à música plenamente porque tem como meta a produção do seu primeiro álbum discográfico. Depois, se tudo der certo, o caminho a andar é longo e ela deseja ir o mais longe possível.
    Instada a a apontar uma data indicativa Dama Cotche garante que “em breve vai iniciar os trabalhos com o seu Manager Tozi Barbosa.” Mas a artista com voz triste revela que falta-lhe meios financeiros sublinhando que “ainda não tenho patrocinador” mas não a desanima pois acredita e tem fé em Deus, que vai atingir esse objetivo.
    Começou a cantar a sério no Grupo musical de Mindará, “OS Bravos”, onde se afirmou como uma das melhores vozes. Por incompatibilidade com alguns procedimentos e comportamentos internos abandonou “Os Bravos” optando por cantar a solo. E deu resultado.
    “As pessoas gostam das minhas músicas”, afirma Dama Cotche, que canta Rap, N’gumbé, Tina entre outros géneros. O essencial para a artista é cantar para aqueles que define como “meu público”. Gosta de estar no palco e não se sente inibida, “simplesmente à vontade”; sem ser uma dançaria excepcional diz que “dança e move-se bem”.
    Instada a caracterizar-se Dama Cotche afirma: “sou simples. Ser famosa não me faz especial e nem diferente das outras pessoas.” Mas, reconhece que gozar da fama “apesar de agradável, chega a incomodar porque tira-nos a privacidade.”
    Apesar de jovem, critica a forma errada de vestir de muitos e a forma como estão na sociedade. No que toca a “namorados” ela garante que “só tenho um, que acho que é o meu par ideal!”
    Para ser artista isto é para que o seu pai a deixasse cantar foi preciso que o seu tio Nhama, que também é músico, interviesse a seu favor. Hoje não há problema e toda a família apoia a cantora.
    Dama Cotche quer ir longe na música por isso dá-se bem com todos os artistas. Para ela não deve haver rivalidade entre artistas mais velhos e os da nova geração porque individualmente cada um tem o seu lugar.
    O título de doutora, jurista, a carreira profissional pela qual vier a optar  não vai complicar a vida artística? Dama Cotche brinda-nos com um brilhante sorriso e responde simplesmente: “NÃO! A música alivia-me. A música completa-me. Não posso passar um dia sem cantar!” E completa: “De qualquer maneira na devida altura saberei o que fazer!” Risos!!!

    Humberto Monteiro

  • Voluntários fazem limpeza no Hospital Militar Principal

    O quinto grupo dos finalistas da Unidade Escolar «23 de Janeiro», Bloco 2, com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições higiênicas do hospital Militar, em Bissau realizou, no sábado trabalhos de limpeza voluntária no recinto daquele centro hospitalar, inclusive o tratamento do relvado. Na ocasião, o presidente da comissão organizadora dos trabalhos prometeu desenvolver [...]

    Read more

    República da Guiné-Bissau MINISTÉRIO DAS PESCAS ¬¬DIRECÇÃO GERAL DA FORMAÇÃO E APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS PESCAS PROJET REGIONAL DES PECHES EN AFRIQUE DE L’OUEST (PRAO GUINEE-BISSAU) SOLICITATION DE MANIFESTATION D’INTERET POUR LA SELECTION D’UN CONSULTANT POUR L’ELABORATION DU MANUEL DE PROCEDURES ADMINISTRATIVES, COMPTABLES ET FINANCIERES DU PRAO-GUINEE BISSAU [...]

    Read more

      O coordenador nacional dos Assuntos dos peregrinos admitiu, hoje, em Bissau, a culpa em nome do Alto comissariado para Peregrinação aos lugares Sagrados do Islão pela não participação dos muçulmanos guineenses no cumprimento do quinto pilar do islão. O pedido de desculpas aos que não conseguiram deslocar-se à Meca foi feito publicamente em conferência de imprensa. Dino [...]

    Read more

    Mais um ano de vida e de luta foi contornado por este nosso jornal cuja luta tenaz tem sido desde a sua fundação servir os seus leitores, o país em geral, cada vez mais e com elevada qualidade. É um desafio que sempre aceitamos e procuramos encarar com serenidade, seriedade, honestidade, profissionalismo, cientes dos nossos limites materiais, financeiros e humanos. O ano que agora findou, [...]

    Read more

    GUINEENSES NAS RUAS DE BISSAU CONTRA JOSÉ MÁRIO VAZ

    Manifestantes exigiram, este sábado (25.03), na Guiné-Bissau, a demissão do Presidente da República. Segundo os movimentos sociais, José Mário Vaz é o principal responsável pela crise que se arrasta no país. Centenas de pessoas foram às ruas da capital guineense, Bissau, no sábado (25 de março), para exigir a renúncia do Presidente José Mário Vaz. A manifestação pacífica foi [...]

    Read more

    RAMOS HORTA, VAI VENCER A BATALHA CONTRA O TEMPO?

    No fim do mês de Janeiro corrente, o Senhor José Ramos Horta vai iniciar o exercício das suas actividades como Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas na República da Guiné-Bissau. Apesar da minha profunda convicção, de que anima-o a intenção de trabalhar em prol da paz e da estabilidade, e que esse sentimento é sincero, permita-me dizer que não acredito que vai [...]

    Read more

    Crime organizado ganha força nas ilhas da Guiné-Bissau

    Quando lhe apontaram uma pistola, Armando Nhaga virou costas e fugiu da pista de aviação da ilha de Bubaque, Guiné-Bissau, onde trabalha como guarda. Armando, 60 anos, testemunhou ao longo da última década a aterragem de voos clandestinos que se suspeita estarem ligados ao tráfico de cocaína da América do Sul para a Europa. "Na hora em que chegavam diziam-me: 'sai'. E eu saía. Não [...]

    Read more

    A INVENCIBILIDADE DO CABRALISMO

    A primeira Republica apontou como desígnio da sociedade guineense a RECONSTRUÇÃO NACIONAL. Nada mais justo e coerente com o facto de que a proclamação do Estado, para lá do seu significado Jurídico-político, é o reassumir formal e integral da condução do nosso destino. Isso faz do organizarmo-nos em Estado ou construir o nosso Estado, tarefa central, vital, para o avanço e [...]

    Read more

    GUINÉ-BISSAU: De politiquices à instabilidade crónica

    Transitamos para a democracia, mas não olhamos atrás para ver se as raízes do colonialismo e da ditadura estão mortas.   Recentemente o país completou um ano de crise institucional entre e intra órgãos de soberania que o deixou sem norte e nem rumo face aos propósitos do desenvolvimento e de boa governação. O atual contexto de incerteza alicerçado num obscurantismo [...]

    Read more

    República da Guiné-Bissau MINISTÉRIO DAS PESCAS DIRECÇÃO GERAL DA FORMAÇÃO E APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS PESCAS PROJET REGIONAL DES PECHES EN AFRIQUE DE L’OUEST (PRAO GUINEE-BISSAU) SOLICITATION DE MANIFESTATION D’INTERET POUR LA SELECTION DU REPONSABLE ADMINISTRATRATIF ET FINANCIER (RAF) DU PRAO-GUINEE BISSAU (PRAO-GB) Nº de Prêt/Crédit/Don : IDA PPF V0900 Projet ID : [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>