• Eliminatórias CAN2017 – Zambia – Guiné-Bissau (0-0)

    14 juin 2015 | Cultura | Admin
  • A Guiné-Bissau arrancou, em Lusaca, sábado, 13 de Junho, um precioso empate (0-0) frente à Zâmbia.

    A jornada de sábado da competição foi auspiciosa para os países africanos de expressão portuguesa. Depois da vitória copiosa de Cabo Verde sobre os irmãos de São Tomé e Príncipe – assim ditou o calendário – Angola venceu, em casa, a formação da República Centro Africana por 4-0.

    Os tentos angolanos foram apontados por Gelson, 35 e 63 minutos, Dolly Menga 5 minutos e Gilberto aos 90 +4.

    Este domingo, 14 de Junho, Moçambique recebe em casa o conjunto do Ruanda e Guiné Equatorial é anfitriã do Benin.

    Angola venceu Centro Áfricana, Moçambique e Guiné Equatorial jogam hoje, domingo, frente a Ruanda e Benin respectivamente.

    São os encontros a contar para a primeira jornada dos grupos das eliminatórias para o Campeonato de África das Nações em futebol sénior (CAN-2017).

    A Tunísia construiu a maior goleada (8-1) suplantando os cabo-verdianos (7-1).

    Os ‘Djurtus’ da Guiné-bissau viajaram até Lusaka para dividir os pontos com a toda poderosa selecção da Zâmbia. Um começo brilhante para os bissau-guineenses que ainda têm, no Grupo-E, por adversários Congo e Quénia que se defrontam hoje, domingo, 14 Junho.

    Guiné Conakry escorrega perante Suazilândia

    O Syli National da Guiné (Conakry) escorregou frente a Suazilândia num jogo efectuado em Marrocos, por 1-2.

    Os ‘suazis’ marcaram primeiro por intermédio de Tony Tsabedze, aos 13 minutos do jogo.

    Os guineenses igualaram o marcador, aos 69 minutos, numa jogada concluída com sucesso por François Kamano. Mas no fim do encontro o azar (?) bateu à porta dos guineenses. Boubacar Fofana perdeu a bola em zona proíbida e Tony Tsabedze aproveitou para bisar aos 85 minutos e ditar a derrota dos sucessores Papa Camara.

    Senegal ‘abateu’ os andorinhas do Burundi

    O Senegal venceu, em Dacar, o Burundi, cuja selecção de futebol é conhecida por Andorinha, por 3-1 na primeira jornada do Grupo-K.

    Na marcação de um penalti, aos 15 minutos, Moussa Konaté marca o primeiro tento senegalês. Os burundeses não estava a ver a banda passar e ripostara, aos 58 minutos igualando por intermédio de Fiston Abdoul Razak.

    Quatro minutos depois, o seneglês Mame Biram Diouf coloca a sua equipa em vantagem e no minuto 90, Sadio Mané consolida a vitória senegalesa por 3-1.

    Mali inflige derrota a jovem formação sul-sudanesa.

    Os tentos de Modibo Maiga (16 minutos) e Salif Coulibaly (29) foram suficientes para o Mali ultrapassar a jovem turma do Sudão do Sul, independente há bem pouco tempo que ficou reduzida a 10 unidades devido a uma expulsão.

    África do Sul posta em cheque pela Gâmbia

    Um nulo foi o resultado arrancado em Durban na África do Sul. Os gambianos deixaram os sul africanos sem reacção ao arrancar um ponto aos Bafana-bafana. As duas equipas esperam agora para ver qual o resultado no encontro de domingo, 14 de Junho, entre Camarões e Mauritânia para este Grupo-M das eleiminatórias para o CAN-2017.

    Nigéria laboriosa frente ao Tchade

    Os nigeriano estiveram como operários para conseguir esta vitória de 2-0 frente ao Tchade. Gbolahan Salami apontou o primeiro golo aos 59 minutos e Odion Ighalo que esteve na origem do primeiro tento, conclui da melhor maneira uma grande penalidade a favor da Nigéria.

    Mas momento depois acabaria por ser expulso por se ter embrulhado com um adversário.

    Burkina Faso cumpriu a sua missão

    Favorito para este encontro frente aos Comores, Burkina Faso acabou por cumprir a sua tarefa com naturalidade acabando por ganhar a partida 2-0.

    Aristide Bancé (60 minutos) e Jonathan Zongo (80) form os marcadores de serviço. Assim junta-se à Uganda no topo da classificação deste Grupo-D. Pois Uganda venceu, entre portas, a turma do Botsuana por 2-0.

    Malaui, 1 – Ziumbabué, 2

    Uma boa parada para zimbabueanos que, em pleno ‘Stadium’ de Blantyre arrancaram uma vitória por 1-2.Malajila, aos 23 minutos e Billiat, aos 83 minutos fizeram o gosto o pé a favor de Zimbabué e John Banda marcou para os donos da casa, aos 24 minutos da partida. Este Grupo –L é comandado, após a primeira jornada com três pontos por Zimbabué e Suazilândia depois desta ter derrubado surpreendentemente a Guiné Conakry.

    Argélia, 4 – Seicheles, 0

    A Argélia impôs-se frente à frágil formação de Seicheles por um contudente 4-0. Os golos foram de autoria de Slimani (22), Soudani (33 e 47 minutos) e Bentalib, aos 90+1 minutos do jogo.

    Tunisinos constróem a maior goleada.

    Os tunisinos entraram furioso em campo e não deram trégua à turma do Djibuti. 8-1 é até agora a maior goleada desta primeira jornada das eliminatórias do CAN-2017, suplantando o copioso resultado construído pelos cabo-verdianos (7-1) sobre os santomenses.

    Resultados da 1ª jornada Elimintórias CAN-2017:

    Sexta-feira, 12 de Junho:
Guiné Conkry, 1 – Suazilândia, 2 (Grupo-L);

    Marrocos, 1 – Líbia, 0 (Grupo-F);

    Tunísia, 8 – Djibuti, 1 (Grupo-A);

    Sábado, 13 Junho:
Malaui, 1 – Zimbabué, 2 (Grupo-L);

    África do Sul, 0 – Gâmbia, 0 (Grupo-M);
Zâmbia, 0  – Guiné-Bissau, 0 (Grupo-E);

    Uganda, 2 – Botsuana, 0 (Grupo-D);
Angola, 4 – Centro Africana, 0 (Grupo-B);
Nigéria, 2 – Tchade, 0 (Grupo-G);
Cabo Verde, 7 – São Tomé e Príncipe, 1 (Grupo-F);
Burkina Faso, 2 – Comores, 0 (Grupo-D);
Senegal, 3 – Burundi, 1 (Grupo-K);
Mali, 2 – Sudão do Sul, 0 (Grupo-C);
Argélia, 4 – Seicheles, 0 (Grupo-J).

    Domingo, 14 Junho:
Moçambique,  – Ruanda, (Grupo-H);

    Etiópia,  – Lesoto, (Grupo-J);
Camarões,  – Mauritânia,  (Grupo-M);
Congo,  – Quénia, (Grupo-E);
RD Congo,  – Madagáscar, (Grupo-B);
Guiné Equatorial,  – Benin, (Grupo-C);
Gana,  – Maurícias, (Grupo-H);
Níger,  – Namíbi, (Grupo-K);
Togo,  – Libéria, (Grupo-A);
Gabão,  – Costa de Marfim, (Grupo-I);
Egipto,  – Tanzânia, (Grupo-Grupo-G) e
Sudão,  – Serra Leoa, (Grupo-I).

  • GOVERNO DOA 6500 SACOS DE AÇUCAR À COMUNIDADE MUÇULMANA

    O Primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira procedeu dia 03 a entrega de 6500 sacos de açúcar à Comunidade muçulmana, partidos políticos, órgãos da soberania e  sociedade civil no quadro do Ramadäo, mês de jejum. Durante a cerimônia de entrega dos donativos, o chefe do executivo disse que o gesto feito pelo governo é realizado em nome de todas as autoridades guineenses. Domingos [...]

    Read more

    AS FINANÇAS PÚBLICAS DA GUINÉ-BISSAU : PROBLEMAS E SOLUÇÕES

    O orçamento, citando G. Jéze “( …) é um acto político.” Isto porque ele “(…) é o reflexo financeiro da política governamental, na medida em que, qualquer que seja o programa político, terá necessariamente as consequências sobre as receitas e sobre as despesas e é por isso que é votado por políticos eleitos, que representam o povo no Parlamento. O orçamento reflete uma visão[...]

    Read more

    Ex-presidente Serifo Nhamadjo fala da crise política : «Eu não faria parte do problema, mas sim da solução» -

    O ex-Presidente da República de Transição, Manuel Serifo Nhamadjo, culpa os veteranos do PAIGC pela crise profunda do partido libertador cujos militantes e dirigentes estão em rota de colisão.   Em entrevista exclusiva à Rádio Makaré-FM, o ex-Chefe de Estado afirmou que “não se pode resolver um problema intensificando-o.” “Se fossemos nós a gerir esse conflito, garanto que [...]

    Read more

    “(…) Arrependi-me de fazer esta enumeração de problemas porque o leitor da Guiné, depois de a ler, dirá logo ao primeiro amigo que tudo isso é desnecessário (se não disser qualquer nome feio) porque sempre se viveu sem se saber das condições de vida do preto e a Guiné progrediu sem isso e até porque desses inquéritos não resultará aumento de volume de negócios ou de riqueza [...]

    Read more

    PIRÂMIDE INVERTIDA!

    15 janvier 2015 | Reflexão
    PIRÂMIDE INVERTIDA!

    “O poder tende a corromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente”. Exatamente aqui está o perigo de quem detém o poder. A linha para manter o caráter livre deste perigo é muito tênue. E poucos são os que conseguem entrar na esfera do poder e sair intacto. Considero que só os verdadeiros líderes no sentido lato da questão conseguem essa proeza. Os que nasceram para servir[...]

    Read more

    A Deontologia como dimensão éticO-PROFISSIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICO - ALGUMAS EMULAÇÕES - Os Servidores públicos são pessoas que prestam serviços ao Estado e às entidades da Administração Pública, com remuneração paga pelos cofres públicos, sendo responsáveis pelo desenvolvimento dos Serviços Públicos, e consequentemente do País, a partir de contribuições que, [...]

    Read more

    CRISE POLÍTICA PERSISTE GUNÉ-BISSAU NUM BECO SEM SAÍDA?

    José Mário Vaz, cidadão guineense eleito Presidente da República da Guiné-Bissau na segunda volta das eleições presidenciais, a 17 de Maio de 2014, tem vindo a ser objecto de duras críticas e ataques de cidadãos particulares e partidos políticos. Em consequência disso, em alguns círculos murmura-se e chega-se ao ponto de considerá-lo o «PIOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA QUE A [...]

    Read more

    AOS HOMENS DA ARTE?E CULTURA: OS ETERNOS PRESENTES SEMPRE ESQUECIDOS

    Sempre que um FIDJU DI TERA é chamado noutra partes do mundo por motivos outros distantes das "eternas crises" nacionais, rejubilamos, congratulamos por isso. Cada HOMENAGEM, cada premiação, reconhecimento sentido do talento, das capacidades de um FIDJU DI TERA, é a expressão de BALUR DI TCHON - FIDJU DI GUINÉ BALI PENA. Fora das reduzidas dimensões das politiquices que minam a [...]

    Read more

    O presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos lamentou, quarta-feira, em Bissau o facto do país celebrar o seu 42º aniversário, numa altura em que ainda se encontram muitas crianças em idade escolar fora do sistema do ensino, sem peça de identificação da Guiné-Bissau e mulheres morrendo no parto. Augusto Mário da Silva fez saber que o 42º aniversário do país é caracterizado por[...]

    Read more

    O crescimento económico guineense tem estado acima do registado na África subsaariana nos últimos três anos e deve ser potenciado, defendeu hoje o chefe da missão do FMI (Fundo Monetário Internacional) para a Guiné-Bissau, Tobias Rasmussen. Tobias Rasmussen falava na conferência "Guiné-Bissau Rumo ao Crescimento Sustentável", organizada pelo FMI no âmbito da quarta consulta daquela [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>