• Ex-presidente Serifo Nhamadjo fala da crise política : «Eu não faria parte do problema, mas sim da solução» –

    12 février 2016 | Entrevista | Admin
  • O ex-Presidente da República de Transição, Manuel Serifo Nhamadjo, culpa os veteranos do PAIGC pela crise profunda do partido libertador cujos militantes e dirigentes estão em rota de colisão.
     
    Em entrevista exclusiva à Rádio Makaré-FM, o ex-Chefe de Estado afirmou que “não se pode resolver um problema intensificando-o.”
    “Se fossemos nós a gerir esse conflito, garanto que não se chegaria ao extremismo que se verifica. Tenho plena certeza disso porque a resolução de qualquer problema está em duas partes. Se alguém quisesse criar problema far-lhe-ia ver que não estava interessado nisso; far-lhe-ia ver que tinhamos que procurar soluções. Eu não faria parte do problema, mas, faria tudo para ser parte da solução do problema”, garantiu Nhamadjo.
    No entender do ex-Presidente da República de Transição, “enquanto não houver parte que ceda, demonstrando humildade, não iremos a lado nenhum. Duas pessoas quando se digladiam, não se pode meter ao meio pois aumenta a crise, faz crescer ódios e as perspetivas de vingança tornam-se cada vez maiores”.
    Sobre as contradições internas no PAIGC, que resultaram na expulsão de 15 dirigentes e a consequente perda de mandatos na ANP, como deputados, o ex-chefe de Estado garante que em nenhum momento se pode sancionar um deputado por emitir a sua opinião.
    “Ora, se isso foi tão baralhado ao ponto de se dizer que pode-se tirar-lhe o mandato para expulsa-lo, bem, as interpretações, como se diz, “cada um, leva à sua razão”. Mas, quem pode dirimir esse conflito são os próprios atores que estão em conflito porque, eles, sendo da mesma casa política, tratando-se, suponho eu, de gente que tem os mesmos objetivos para o país deviam ver a melhor saída negociada ao invés de chegar ao extremismo, isto é, até ao ponto de tentarem expulsar-se uns aos outros”, explica Nhamadjo.
    Na opinião do ex-chefe de Estado, as partes “chegaram nesta fase, a meu ver, por falta de capacidade de negociação, falta de capacidade de diálogo, falta de paciência e, talvez, falta de humildade”.
    “As pessoas não podem pretender continuar, como se fazia no passado em que bastava ser de opinião contrária para ser apontado como inimigo”, disse.
    Para El Hadj Serifo Nhamadjo, os principais responsáveis pela crise no PAIGC são os veteranos que deviam servir de “reserva moral” aos mais novos. Mas que, infelizmente, não souberam jogar o seu papel de “apaziguadores”.
    “Eu culpo, em grande medida, dois grupos: os mais velhos e os históricos, que deviam segurar a máquina do Partido não para serem executores mas, para serem núcleo de reserva moral que devia estar no Partido. Quando nós, os mais jovens, estivéssemos errados, que nos mostrassem que o caminho adotado não era o melhor, que nos dissessem “erramos nessa via, não errem na mesma via”. Manter-se como reserva moral de aconselhamento para ajudar os jovens que têm cada vez maior ambição de fazer mais e melhor para dar continuidade à brilhante luta do PAIGC para se poder trabalhar como deve ser. Mas, infelizmente, quando há um pequeno problema os históricos dividem-se e, por arrasto, levam os jovens”, afirmou o ex-Presidente da República.
    Recorde-se que Manuel Serifo Nhamadjo foi deputado, presidente do conselho de administração da ANP, presidente da ANP, e, mais recentemente Presidente da República durante o período de transição política que se seguiu ao golpe de estado de 2012. Depois das eleições de 2014, foi felicitado pela forma como conduziu o processo de transição no país.
    É considerado em muito meios como um potencial candidato a liderança do PAIGC e também, um potencial presidencial nas próximas eleições.

     

  • A Associação de Saneamento Básico, Protecção de Água e Ambiente (ASPA) da Região de Bafatá iniciou, ontem, o repovoamento do Parque Natural de Bomma em Bafatá com árvores de variedades locais. Os trabalhos desenvolvidos nos últimos dias devem-se ao mau tempo que assola aquela região, que derrubou várias árvores de grande porte. Por essa razão, a ASPA vai semear quatro tipos de [...]

    Read more

    Greve de professores: SINDEPROF agenda marcha pacífica de reivindicação contra o silêncio do governo

    O SINDEPROF (Sindicato Democrático dos Professores) agendou uma marcha pelas ruas de Bissau esta quinta-feira como forma de chamar a atenção para as causas da reivindicação em curso. É necessário acompanhar a actual greve da classe com uma marcha pacífica no sentido de informar a opinião pública nacional e internacional sobre a posição do governo relativamente as reivindicações da[...]

    Read more

    O QUE FAZ CORRER JOMAV E DSP?

      “A nosso ver, a única alternativa à Paz é a própria Paz. Com a paz, e aqui destacamos o papel dos partidos políticos, da comunicação social, das confissões religiosas e de outras organizações da sociedade civil, com a paz sentimos a nossa irmandade a penetrar nas profundezas do âmago da nossa guinendade, do nosso sistema de valores. Com a paz galvanizamo-nos para desenvolver[...]

    Read more

    Greve dos professores: Direecção do Sindeprof fala em 100 por cento de aderência

    Segundo Eusébio Có, em conferência de imprensa conjunta promovida pelo SINDEPROF e os candidatos à liderança deste sindicato, muitas das vezes os professores ficam velhos antes do tempo devido à falta de meios e má alimentação. “O SINDEPROF realizou esta conferência de imprensa para exprimir igualmente as suas ideias concernentes a declaração do porta-voz do governo segundo a qual[...]

    Read more

    UM GOVERNO DE CONSENSOS

    Dos resultados saídos das eleições, dos apelos da comunidade internacional e das vontades políticas internas, tendo como pano de fundo o espírito da inclusão, assim se formou o XXI governo da República da Guiné-Bissau empossado no passado dia 4 de Julho de 2014 pelo Presidente da República. Um governo liderado pelo Eng° Domingos Simões Pereira, Presidente do partido vencedor das [...]

    Read more

    Os representantes do Fórum da Diáspora para o Apoio ao Desenvolvimento da Guiné-Bissau depositaram, ontem a tarde uma carta a Embaixada do país em Portugal na qual apelam ao entendimento entre as partes (José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira). Estas individualidades acreditam que não há nada de irrevogável nesta crise política, por isso apelam ao diálogo como o único e exclusivo[...]

    Read more

    «Não há crise política na Guiné-Bissau, mas sim impasse institucional» - Soares Sambu, ministro dos Negócios Estrangeiros A situação na Guiné-Bissau foi novamente objecto de um debate no Conselho de Segurança da ONU. O relatório do secretário-geral não é muito otimista, se o impasse persistir. O Conselho de Segurança mantém as sanções e acredita que esta medida permitiu [...]

    Read more

    A presidente da Rede de Segurança e Paz para Mulheres no Espaço da CEDEAO (REMSICAO) apelou, hoje, segunda-feira, ao mundo, que pautem pela paz, porque só assim poderemos dialogar para resolver todas as questões e, consequentemente, obter a estabilidade e a paz. Elisa Pinto fez saber, numa entrevista alusiva a data, que a organização tem desenvolvido várias ações em prol das mulheres e[...]

    Read more

    Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?

    “Atualmente, não sei como lograremos passar da palavra a ação, atendendo a esse lastimável teatro do poder”. Achille Mbembe   Quando procuramos observar com isenção a atual crise política guineense o sentimento que nos interpela é o de estarmos perante uma patética e acirrada disputa em que o principal objetivo é esmagar o adversário e, consequentemente manter [...]

    Read more

    “(…) Arrependi-me de fazer esta enumeração de problemas porque o leitor da Guiné, depois de a ler, dirá logo ao primeiro amigo que tudo isso é desnecessário (se não disser qualquer nome feio) porque sempre se viveu sem se saber das condições de vida do preto e a Guiné progrediu sem isso e até porque desses inquéritos não resultará aumento de volume de negócios ou de riqueza [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>