• GOVERNO DOA 6500 SACOS DE AÇUCAR À COMUNIDADE MUÇULMANA

    10 juillet 2015 | Sociedade | Admin
  • O Primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira procedeu dia 03 a entrega de 6500 sacos de açúcar à Comunidade muçulmana, partidos políticos, órgãos da soberania e  sociedade civil no quadro do Ramadäo, mês de jejum.
    Durante a cerimônia de entrega dos donativos, o chefe do executivo disse que o gesto feito pelo governo é realizado em nome de todas as autoridades guineenses.
    Domingos Simões Pereira considerou o gesto como de solidariedade num período de sacrifício para os fiéis muçulmanos.
    “Ramadão é um período sagrado. Penso que é bonito quando a sociedade em geral está a manifestar a sua solidariedade para com os nossos irmãos (muçulmanos) que estão no período de jejum”, afirmou.
    O chefe do governo disse que deseja que esse don sirva para unir toda a familia guineense numa oraçäo pela paz , estabilidade e desenvolvimento.
    Na ocasiäo, o representante da comunidade islâmica ,Alanso Fati  agradeceu o gesto do governo.
    Fati pediu   uma distribuição equitativa dos donativos ao nível de todas as mesquitas do país por forma a se evitar as ondas de reclamações surgidas no passado.
    Por fim, o Imame pediu entendimento entre os guineenses em matéria de governação.
    O referido donativo vai ser distribuido em diferentes instituições do país nomeadamente a Presidência da República, a Assembleia Nacional Popular, partidos políticos, sociedade Civil, Estado Maior General das Forças Armadas, o Ministério da administração Interna, Associação Nacional de Imames, Conselho Nacional Islâmico, Conselho Superior Islâmico e todas as regiões do país.
    ANG/GEBAPRESS
  • Guineenses residentes em Itália, nomeadamente, estudantes, enfrentam dificuldades devido a falta de passaportes.Até esta data as autoridades não cumpriram a promessa de regularizar essa situação. Eis o que um estudantes relatou a GN: « Estávamos aflitos com o problema de passaportes caducados, solicitamos a intervenção das autoridades competentes para a resolução do caso e o [...]

    Read more

    Ensino Público : Aberto novo ano lectivo 2015-2016

    O ano lectivo 2015/2016 sob o lema "De mãos dadas para uma Educação Inclusiva" foi aberto oficialmente esta segunda-feira (11 de outubro)  em Bissau, numa cerimónia presidida pela ministra da Educação Nacional, Maria Odete Costa Semedo. Na ocasião, a ministra explicou que o acto se realizou graças a coragem do seu pelouro, uma vez que o país se encontra mergulhado há dois meses numa [...]

    Read more

    FALTA DE IODO COMPLICA SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA

    A Direcção-Geral da Prevenção e promoção de Saúde através da Direcção do Serviço de Alimentação, Nutrição e Sobrevivência das Crianças, com o apoio do UNICEF procedeu terça-feira a cerimônia de entrega da Máquina de Iodização de sal bem como equipamentos informáticos com os respectivos assessórios. Após a entrega, o Representante do UNICEF na Guiné-Bissau, Abubacar [...]

    Read more

    PM Embaló promete incentivar partidos a acabarem com a crise política no país

    O novo primeiro-ministro Umaro Sissoco Embaló disse que vai falar com todos os partidos representados no parlamento para incentiva-los a acabarem com a crise política que assola o país há 15 meses. Empossado no cargo na sexta-feira pelo Presidente José Mário Vaz, o novo primeiro-ministro partiu no sábado para uma visita de trabalho ao senegal onde, disse, que ia fazer o ponto da [...]

    Read more

    Da Guiné portuguesa à Guiné-Bissau O RETRATO DE UM PAÍS A SERPEAR NO «MAR DE ESCOLHOS» E INCERTEZAS

    A Guiné-Bissau, Pátria de Cabral, de Homens valorosos e corajosos, está situada na costa ocidental da África. Presumo que o(a) leitor(a) já terá ouvido falar deste lindo país que nos últimos anos tem ocupado as primeiras páginas dos maiores jornais do mundo que, diariamente, editam milhares de exemplares e são consultados on-line por milhões de leitores. Passou nos telejornais e nas [...]

    Read more

    A SOLUÇÃO DA CRISE ESTÁ À MÃO DE SEMEAR

    «Kadda kusa ku si kumsada i ta tem si fim son si Deus ka misti ki kata kaba!» (Tudo o que começa acaba; só não acaba se Deus não quiser!) – José Carlos Schwarz músico guineense. A crise que se vive na Guiné-Bissau começou algures mas, para não esgravatar a história recente do PAIGC, Partido vencedor das últimas eleições gerais, vamos situar o ponto de partida na Assembleia [...]

    Read more

    «Não há crise política na Guiné-Bissau, mas sim impasse institucional» - Soares Sambu, ministro dos Negócios Estrangeiros A situação na Guiné-Bissau foi novamente objecto de um debate no Conselho de Segurança da ONU. O relatório do secretário-geral não é muito otimista, se o impasse persistir. O Conselho de Segurança mantém as sanções e acredita que esta medida permitiu [...]

    Read more

    UM GOVERNO DE CONSENSOS

    Dos resultados saídos das eleições, dos apelos da comunidade internacional e das vontades políticas internas, tendo como pano de fundo o espírito da inclusão, assim se formou o XXI governo da República da Guiné-Bissau empossado no passado dia 4 de Julho de 2014 pelo Presidente da República. Um governo liderado pelo Eng° Domingos Simões Pereira, Presidente do partido vencedor das [...]

    Read more

    RETROSPECTIVA DE 2016 NA GUINE-BISSAU

    Cronologia Janeiro  1 de Janeiro -  O Chefe de Estado, José Mário Vaz, reconheceu que no ano de 2016 perfilaram-se vários desafios que devem ser resolvidos para que se possa cimentar as bases de um desenvolvimento sustentável. 11 - As bancadas parlamentares do PRS e do PAIGC chegaram a consenso quanto ao agendamento da sessão extraordinária para o próximo dia 18, a fim de, [...]

    Read more

    A INVENCIBILIDADE DO CABRALISMO

    A primeira Republica apontou como desígnio da sociedade guineense a RECONSTRUÇÃO NACIONAL. Nada mais justo e coerente com o facto de que a proclamação do Estado, para lá do seu significado Jurídico-político, é o reassumir formal e integral da condução do nosso destino. Isso faz do organizarmo-nos em Estado ou construir o nosso Estado, tarefa central, vital, para o avanço e [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>