• Governo inviabiliza marcha dos professores

    29 octobre 2015 | Sociedade | Admin
  • Segundo Laureano Pereira, estes tipos de atitudes não são correctos, porque são uma violação aos direitos humanos, a liberdade de expressão, a liberdade de opinião e de manifestação dos professores.

    Afirmou que no quadro da preparação da marcha pacífica, entregou, na última segunda-feira, uma nota ao ministério do Interior e ao presidente da Câmara Municipal de Bissau, com vista a informar da decisão do SINDEPROF em realizar uma manifestação pacífica reivindicando os seus direitos lesados.

    “Não recebemos nenhuma carta da parte do Ministério do Interior a informar da impossibilidade da realização da marcha. Mas esta manhã as forças da ordem chegaram no local de concentração e bloquearam a manifestação sob ordens do governo”, denunciou Laureno Pereira.

    Acusou o executivo de estar a impedir a marcha dos professores até ao ponto de ameaçar os manifestantes com torturas e tiros.

    “Os professores não podem ser impedidos de fazerem as suas reivindicações e marchas. Si hoje em dia o professor guineense recebe um salário magro de vinte e nove mil (29) francos cfa será que não tem direito de se manifestar contra a tal situação que é incompatível ao seu nível de vida?”, questionou.

    No comunicado do Governo, produzido esta quarta-feira (28 do corrente), a que GN teve acesso, entre outros, apelou a censura compressiva do SINDEPROF e todas as suas estruturas, no sentido de protelar a marcha prevista para hoje a fim de permitir ao executivo apreciar, em profundidade, o teor das reivindicações.

    Ainda a nota, exortou o SINDEPROF a participar ainda hoje, na reunião entre os ministérios da Educação e das Finanças, a fim de debaterem e adoptarem uma nova calendarização para o cumprimento do acordo entre as partes.

    Apelou aos pais e encarregados de educação à aconselharem os seus educandos à abdicarem de participar da referida marcha.

    Porém, o governo solicitou as forças da ordem e segurança pública no sentido de tomarem todas as disposições legais por forma a salvaguardarem o clima de paz e da tranquilidade que o país vem registando, precavendo-se assim de eventuais desacatos.

    Por fim, o governo demonstrou-se disponível em privilegiar o diálogo e a concertação como melhor via para a obtenção de consensos sobre matérias objeto de reivindicação.

    Fadel Gomes da Silva

  • QUE SAÍDAS PARA A POLÍTICA INTERNA E EXTERNA DA GUINÉ-BISSAU?

      A recente visita do soberano marroquino ao país, Rei Mohamed VI, induziu-me a esboçar uma pequena reflexão sobre a diplomacia, área em que para além da minha formação, possuo como background mais de 30 anos de experiência efectiva, passados no desempenho de várias funções tanto ao nível do país, como no estrangeiro. No momento em que estão ser dados os primeiros passos no [...]

    Read more

    GUINE-BISSAU: REFLETINDO EM NOME DAS GERAÇÕES FUTURAS EIS ALGO PARA PENSAR…

    Desde o início da sua história, a Guiné-Bissau tem sido sempre um país diverso. Se você ler os boletins culturais e/ou outras publicações emitidas pelas autoridades portuguesas durante a época colonial, descobre que o território que constitui a Guiné-Bissau era ainda mais diversificada na década de 1940 do que é hoje. Após a independência, mais particularmente nos anos 80, as [...]

    Read more

    Ex-presidente Serifo Nhamadjo fala da crise política : «Eu não faria parte do problema, mas sim da solução» -

    O ex-Presidente da República de Transição, Manuel Serifo Nhamadjo, culpa os veteranos do PAIGC pela crise profunda do partido libertador cujos militantes e dirigentes estão em rota de colisão.   Em entrevista exclusiva à Rádio Makaré-FM, o ex-Chefe de Estado afirmou que “não se pode resolver um problema intensificando-o.” “Se fossemos nós a gerir esse conflito, garanto que [...]

    Read more

    Dezanove (19) dos 190 fiéis muçulmanos não puderam ir à peregrinação na cidade Santa de Meca, este ano, para cumprirem o quinto pilar do Islão, mesmo pagando os 2.250.000 F CFa (dois milhões e duzentos e cinquenta mil francos CFA) exigidos a cada peregrino. Segundo informações disponíveis o alto comissário nacional para peregrinação aos lugares sagradas de Arábia Saudita não [...]

    Read more

    ONG turca doa cinco toneladas de géneros alimentícios às pessoas carentes

    Cinco toneladas de géneros alimentícios foram doados pela ONG turca (HASSENE) sedeada na Alemanha às crianças necessitadas da Guiné-Bissau através da Associação Juvenil para a Reinserção Social (AJURES). Arroz, leite, açúcar e maionese, fazem parte do lote de géneros doados no âmbito da Segunda Edição da tradicional jornada de distribuição de géneros alimentícios durante o [...]

    Read more

    Os representantes do Fórum da Diáspora para o Apoio ao Desenvolvimento da Guiné-Bissau depositaram, ontem a tarde uma carta a Embaixada do país em Portugal na qual apelam ao entendimento entre as partes (José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira). Estas individualidades acreditam que não há nada de irrevogável nesta crise política, por isso apelam ao diálogo como o único e exclusivo[...]

    Read more

    UM GOVERNO DE CONSENSOS

    Dos resultados saídos das eleições, dos apelos da comunidade internacional e das vontades políticas internas, tendo como pano de fundo o espírito da inclusão, assim se formou o XXI governo da República da Guiné-Bissau empossado no passado dia 4 de Julho de 2014 pelo Presidente da República. Um governo liderado pelo Eng° Domingos Simões Pereira, Presidente do partido vencedor das [...]

    Read more

    AS FINANÇAS PÚBLICAS: Problemas e Soluções (2)

    O pagamento do salário, na Guiné-Bissau, constitui um das questões que afectam consideravelmente o funcionamento normal das instituições do país e, consequentemente, contribui para a sua fragilização, originando distorções e injustiças gritantes na sua Administração Pública. A título ilustrativo, verifica-se que o salário auferido por um servente é pago 60 vezes pelo mais alto [...]

    Read more

    Article posté le 06-09-2013 No arcabouço teórico da Teoria Democrática Contemporânea emergem linhas interpretativas distintas no que concerne ao modelo de democracia. A produção acadêmica da Ciência Política tem sido significativa no sentido de teorizar questões relevantes para o fortalecimento dos regimes democráticos. Todavia, a forma e os instrumentos para tal apresentam [...]

    Read more

    No âmbito do Dia Nacional da literatura e poesia, a Associação Guineense dos Escritores (AGE) homenageou hoje, no Clube do Bairro d´Ajuda, o pioneiro da música guineense, José Carlos Schwartz. A iniciativa visa atribuir valor, como é habitual, à uma figura falecida ou viva, ligada a literatura ou música. As atividades comemorativas foram marcadas com récitas de poesias, atuação [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>