• “GREENPEACE” DETECTA MAIS DE 90 NAVIOS NA PESCA ILEGAL NAS ÁGUAS TERRITORIAIS

    31 mars 2017 | Nacional | Admin
  • A organização não governamental internacional Greenpeace” denunciou que mais de 90 (noventa) navios pescam ilegalmente nas águas territoriais da Guiné-Bissau.

    A denúncia consta no relatório sobre os trabalhos de fiscalização levados a cabo pelo navio da organização durante quatro dias nas águas territoriais da Guiné-Bissau, que foi apresentado ao Presidente da República, José Mário Vaz, durante a visita que o Primeiro Magistrado do país efectuou ao navio da organização que se encontra atracado no Cais de Bissau.

    Pavel Klinckhamers, chefe do projecto da Greenpeace, informou ao Chefe de Estado que durante a operação de fiscalização conseguiram capturar oito navios que se encontravam a pescar ilegalmente nas águas territoriais da Guiné-Bissau e que já se encontram no Cais de Bissau.

    Aquele responsável do navio ecológico aconselhou as autoridades competentes do sector das pescas a inspecionarem todos os navios de pesca estrangeira com licenças para a pesca no país.

    Klinckhamers recomendou as autoridades guineenses a criação de frotas regionais para o abastecimento do pescado em todas as regiões do país.

    Em resposta às denúncias da Greenpeace, o Presidente da República disse estar triste e chocado com a notícia da existência de mais de 90 barcos a pescar ilegalmente nas águas do país.

    “Isso vem confirmar tudo o que tenho vindo a dizer. Nos primeiros tempos chamei a atenção de que havia desvios de procedimentos. Confirmou-se quando o novo ministro das Finanças tomou posse, porque 72 horas depois conseguiu dizer claramente como é que os recursos do país estavam a ser geridos”, disse.

    O Presidente da República sublinhou que igualmente chamou a atenção sobre a situação da Zona Económica Exclusiva do país.

    “Confirma-se. Hoje acabamos de receber todas as informações acerca do nosso mar. São 90 barcos a pescar de uma forma ilegal. Isso é extremamente grave para o nosso país” São as 90 escolas, hospitais, estradas perdidas”, lamentou José Mário Vaz.

    O chefe de Estado disse que existem pessoas por detrás de tudo isso a ganhar muito dinheiro à custa do povo guineense, acrescentando que “chegou a hora de abrirmos os olhos para fiscalizar os recursos do país”.

    “Vamos tomar medidas. Eu vou falar com o Primeiro-ministro para tomarmos as medidas para sanear a situação, doa a quem doer”, prometeu José Mário Vaz.

    ANG

  • BCEAO e FMI organizam conferência regional sobre inclusão financeira

    Na abertura da reunião o director-executivo do BCEAO no país, João Aladji Mamadu Fadia, a partir da sede em Bissau, disse que a iniciativa visa a discussão entre os participantes, sobre o nível da taxa de bancarização na sub-região, considerada a mais baixa do mundo. “Queremos fazer de tudo para permitir as nossas populações o acesso as finanças”, afirmou. No entanto, João [...]

    Read more

    Segurança Pública: Autoridades de segurança desencadeiam acções de combate à onda de criminalidades

    “Todos os dias vamos passar a fazer patrulhamentos através de equipas de rusgas para diminuir substancialmente a onda de criminalidades que está a aumentar no nosso país”, garantiu aquele responsável durante a cerimónia de transferência de dossiês. Luís Manuel Cabral disse que dada a situação “dificílima” que o país está a viver, em termos de criminalidade, exige-se a [...]

    Read more

    GOVERNO DOA 6500 SACOS DE AÇUCAR À COMUNIDADE MUÇULMANA

    O Primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira procedeu dia 03 a entrega de 6500 sacos de açúcar à Comunidade muçulmana, partidos políticos, órgãos da soberania e  sociedade civil no quadro do Ramadäo, mês de jejum. Durante a cerimônia de entrega dos donativos, o chefe do executivo disse que o gesto feito pelo governo é realizado em nome de todas as autoridades guineenses. Domingos [...]

    Read more

    Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?

    “Atualmente, não sei como lograremos passar da palavra a ação, atendendo a esse lastimável teatro do poder”. Achille Mbembe   Quando procuramos observar com isenção a atual crise política guineense o sentimento que nos interpela é o de estarmos perante uma patética e acirrada disputa em que o principal objetivo é esmagar o adversário e, consequentemente manter [...]

    Read more

    A organização não governamental internacional Greenpeace” denunciou que mais de 90 (noventa) navios pescam ilegalmente nas águas territoriais da Guiné-Bissau. A denúncia consta no relatório sobre os trabalhos de fiscalização levados a cabo pelo navio da organização durante quatro dias nas águas territoriais da Guiné-Bissau, que foi apresentado ao Presidente da República, José [...]

    Read more

    O QUE FAZ CORRER JOMAV E DSP?

      “A nosso ver, a única alternativa à Paz é a própria Paz. Com a paz, e aqui destacamos o papel dos partidos políticos, da comunicação social, das confissões religiosas e de outras organizações da sociedade civil, com a paz sentimos a nossa irmandade a penetrar nas profundezas do âmago da nossa guinendade, do nosso sistema de valores. Com a paz galvanizamo-nos para desenvolver[...]

    Read more

    Crime organizado ganha força nas ilhas da Guiné-Bissau

    Quando lhe apontaram uma pistola, Armando Nhaga virou costas e fugiu da pista de aviação da ilha de Bubaque, Guiné-Bissau, onde trabalha como guarda. Armando, 60 anos, testemunhou ao longo da última década a aterragem de voos clandestinos que se suspeita estarem ligados ao tráfico de cocaína da América do Sul para a Europa. "Na hora em que chegavam diziam-me: 'sai'. E eu saía. Não [...]

    Read more

    Governo e SINDEPROF: Memorando de Entendimento põe fim à grave

    Segundo o referido Memorando, prevê-se a assinatura em conformidade com a lei, dos processos de efectivação e de reclassificação dos professores pela entidade competente, bem com a implementação imediata do Estatuto da Carreira Docente após a sua revisão e aprovação. No Memorando o Governo compromete-se a efectuar a devolução de horários à todos os professores aos quais lhes [...]

    Read more

    Guineenses residentes em Itália, nomeadamente, estudantes, enfrentam dificuldades devido a falta de passaportes.Até esta data as autoridades não cumpriram a promessa de regularizar essa situação. Eis o que um estudantes relatou a GN: « Estávamos aflitos com o problema de passaportes caducados, solicitamos a intervenção das autoridades competentes para a resolução do caso e o [...]

    Read more

    Região de Bafatá: CONAEGUIB e RAJ realizam encontro nacional

    A terceira edição do campo de formação, estudo, trabalho, primeiro encontro de desenvolvimento comunitário, adiado para o mês Agosto iniciou no sábado em Bafatá. O encontro organizado pela Confederação Nacional dos Estudantes da Guiné-Bissau (CONAEGUIB) e a Rede das Associações Juvenis (RAJ) reúne organizações vindas de diferentes quadrantes do território nacional. O [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>