• A chefe nenhum falta solidariedade. Por esta qualidade ser parilhada, os que a partilham são solidários, ou seja, pessoas entre as quais há responsabilidade recíproca e que por isso agem de forma mancomunada. Mais que em qualquer outra esfera de actividade humana, é na política que este fenómeno é observável. Por conseguinte, ter qualquer chefe político, por único responsável duma determinada críse politica, não é abordagem inteligente. Em muitos, ou maioria de casos, o chefe não passa de um mero instrumento dos “solidários”, sem se dar conta, porque do lado destes, há mais competência, experiência e longevidade no que concerne a conspirações de todo o tipo, visando apenas e sempre, o fito de proteger os seus inconfessáveis interesses. Operam de modo cirurgico, fazendo uso de um complexo e refinado arsenal de intrigas, bajulação, engodos diversos. Até a própria vida se dizem dispostos a ofrecer em defesa do chefe. Mas quando o fim da crise acaba por implicar acções violentas, só o chefe é vitima. Assim aconteceu com o Ansumane Mané, (Morto 2000), Kumba Yala (Deposto 2003), Nino Vieira (assassinado 2009), Cadogo (Deposto 2012), para falar que destes. “Os solidários” que estimularam e apoiaram estas figuras até à desgraça, ficaram e não desarmaram até hoje. Por dever de solidariedade com pessoas que me merecem estima e respeito, peço licença para sugerir aos detentores de chefias políticas nos dias que correm, nomeadamente Presidentes, que tenham em devida conta este facto, analisem, cada “solidário” e “solidariedade”, de modo a se livrarem dos que preferem o SUU (atiçar) em vez de NÓ KUMPU (construamos).
    Na sua obra, Power: A New Social Analysis, Bertrand Russel oferece esta lição, sobre a qual vos proponho meditar:
    “ OS FÍSICOS PODEM MEDIR COM BASTANTE PRECISÃO A RELAÇÃO DE ENERGIA E FORÇA ENTRE OBJECTOS INANIMADOS, AO PASSO QUE O PODER SE REFERE A RELAÇÕES HUMANAS MAIS EFÉMERAS, QUE MUDAM DE FORMA CONSOANTE AS DIFERENTES CIRCUNSTÂNCIAS”.

    Em Fevereiro de 2012 (como se pode confirmr pela data), porque me pareceu que os “SOLIDÁRIOS” estavam a levar mais um “chefe” à desgraça, registei esse sentimento neste poema que vos brindo.

    Mantenhas

    AMIGO DO CHEFE

    Amigo doce que nem figo
    nada diz nem faz sem olhar para o seu umbigo-Chefe
    Sim senhor
    sim Senhor meu Senhor
    é refrão do canto ao Chefe

    Tê-lo contente
    p’ra estar à frente só por amizade
    dá-lhe folgo
    garra
    fé na vitória

    Na maratona em pista circular
    à volta do Chefe
    o nº um e único no pódio
    é inseguro
    mas incansável no aplaudir
    polir
    louvar

    Víbora activa e cativa
    p’ras operações de mordedura venenosa
    à sombra do amigo
    Ignora a Republica
    os amigos
    a família
    embriagado pela aguardente do cano traseiro do Chefe
    que lhe basta para ganhar peso e odor sem calor

    Lágrimas de riso do Chefe
    quando novo amigo concorrente
    diz que o ausente é incompetente
    Que comovente
    Assim é e se faz presente o amigo do Chefe

    ED: Lisboa. 19.02.12

  • UM GOVERNO DE CONSENSOS

    Dos resultados saídos das eleições, dos apelos da comunidade internacional e das vontades políticas internas, tendo como pano de fundo o espírito da inclusão, assim se formou o XXI governo da República da Guiné-Bissau empossado no passado dia 4 de Julho de 2014 pelo Presidente da República. Um governo liderado pelo Eng° Domingos Simões Pereira, Presidente do partido vencedor das [...]

    Read more

    O Sindicato Democrático dos Professores (SINDEPROF) prometeu, hoje, avançar, no dia 20 do corrente mês, com um pré-aviso de greve no sector do ensino por alegado não cumprimento pelo governo do memorando de entendimento assinado entre as partes. Em entrevista concedida ao Gazeta de Notícias, o vice-presidente daquela organização sindical, Eusébio Có acusou o executivo, na pessoa da [...]

    Read more

    No âmbito do Dia Nacional da literatura e poesia, a Associação Guineense dos Escritores (AGE) homenageou hoje, no Clube do Bairro d´Ajuda, o pioneiro da música guineense, José Carlos Schwartz. A iniciativa visa atribuir valor, como é habitual, à uma figura falecida ou viva, ligada a literatura ou música. As atividades comemorativas foram marcadas com récitas de poesias, atuação [...]

    Read more

    Baciro Djá «nem aqueceu a poltrona»: como vice-presidente do paigc vai voltar ou não à chefia do próximo governo?

    Baciro Djá foi primeiro-ministro de 13 de Agosto a 09 de Setembro de 2015. Substituiu Domingos Simões Pereira, cujo Governo foi demitido um dia antes, a 12 de Agosto, pelo Presidente da República alegadamente no uso das prerrogativas que a Lei Magna do país lhe confere situação seguida por fortes contestações de uma larga franja do PAIGC, algumas formações políticas, algumas [...]

    Read more

    Não é por acaso que o Presidente da República, José Mário Vaz, não marcou presença, quando devia presidir o acto da celebração da efeméride do 3 de Agosto e a cerimônia de entrega das obras de requalificação da Praça dos Mártires de Pindjiguiti que veio a ser, presidido pelo presidente da ANP, Cipriano Cassamá, que no seu discurso se preocupou em tecer elogios ao governo e trazer a[...]

    Read more

    AVIS D’APPEL D’OFFRES NATIONAL (AAON)

    República da Guiné-Bissau MINISTÉRIO DAS PESCAS ------------- PROJET REGIONAL DES PECHES EN AFRIQUE DE L’OUEST (PRAO-GB) P119380 IDA Grant Number H6530 – GW AVIS D’APPEL D’OFFRES NATIONAL (AAON)  CONSTRUCTION D’UNE STATION CÔTIERE RADAR A PONTÃO – ILE DE CAIÓ AON No. MP/PRAO-GB/T01/2016 Le présent Avis d’appel d’offres suite à l’Avis [...]

    Read more

    CARTA ABERTA AO ENGº CIPRIANO CASSAMÁ

    Fernando Ka Como guineense preocupado com os tristes acontecimentos no país, agitados por gente sem escrúpulos, cuja única mira é chegar ao poder a todo o custo, mesmo que seja para passar por cima de cadáveres. Sinto-me indignado com a forma de que se tem servido para atingir o seu objectivo e tudo a que pode deitar a mão serve. O senhor tem sido acusado de instigador do conflito de [...]

    Read more

    Governo e SINDEPROF: Memorando de Entendimento põe fim à grave

    Segundo o referido Memorando, prevê-se a assinatura em conformidade com a lei, dos processos de efectivação e de reclassificação dos professores pela entidade competente, bem com a implementação imediata do Estatuto da Carreira Docente após a sua revisão e aprovação. No Memorando o Governo compromete-se a efectuar a devolução de horários à todos os professores aos quais lhes [...]

    Read more

    “Toka-Toka”: servindo o povo entre elogios dificuldades e depreciações

    TOKA-TOKA é o transporte urbano mais usado de Bissau, mais barato, mas também o mais agitado. Começa a circular às 06 horas e só pára entre às 21 e 22 horas, das periferias ao centro da cidade. Todos passam pelo maior centro comercial do país, o Mercado Municipal de Bandim, onde se vende de tudo para todos os gostos e necessidades, e, em função de qualquer situação financeira. [...]

    Read more

    ENCONTRO/CONVÍVIO EM LISBOA DIA DA COMUNIDADE GUINEENSE EM PORTUGAL

    Os guineenses residentes em Portugal reuniram-se, no sábado dia 10 de Novembro, no Mercado da Ribeira, em Lisboa, para um djubaiinformal sobre a vida da comunidade na diáspora e a atual situação que se vive na Guiné-Bissau.  Espetáculos musicais, desfile de moda, lançamento de livros, exposição de artesanato e gastronomia foram os ingredientes da festa que começou a tarde e terminou[...]

    Read more

    Veja mais artigos >>