• A chefe nenhum falta solidariedade. Por esta qualidade ser parilhada, os que a partilham são solidários, ou seja, pessoas entre as quais há responsabilidade recíproca e que por isso agem de forma mancomunada. Mais que em qualquer outra esfera de actividade humana, é na política que este fenómeno é observável. Por conseguinte, ter qualquer chefe político, por único responsável duma determinada críse politica, não é abordagem inteligente. Em muitos, ou maioria de casos, o chefe não passa de um mero instrumento dos “solidários”, sem se dar conta, porque do lado destes, há mais competência, experiência e longevidade no que concerne a conspirações de todo o tipo, visando apenas e sempre, o fito de proteger os seus inconfessáveis interesses. Operam de modo cirurgico, fazendo uso de um complexo e refinado arsenal de intrigas, bajulação, engodos diversos. Até a própria vida se dizem dispostos a ofrecer em defesa do chefe. Mas quando o fim da crise acaba por implicar acções violentas, só o chefe é vitima. Assim aconteceu com o Ansumane Mané, (Morto 2000), Kumba Yala (Deposto 2003), Nino Vieira (assassinado 2009), Cadogo (Deposto 2012), para falar que destes. “Os solidários” que estimularam e apoiaram estas figuras até à desgraça, ficaram e não desarmaram até hoje. Por dever de solidariedade com pessoas que me merecem estima e respeito, peço licença para sugerir aos detentores de chefias políticas nos dias que correm, nomeadamente Presidentes, que tenham em devida conta este facto, analisem, cada “solidário” e “solidariedade”, de modo a se livrarem dos que preferem o SUU (atiçar) em vez de NÓ KUMPU (construamos).
    Na sua obra, Power: A New Social Analysis, Bertrand Russel oferece esta lição, sobre a qual vos proponho meditar:
    “ OS FÍSICOS PODEM MEDIR COM BASTANTE PRECISÃO A RELAÇÃO DE ENERGIA E FORÇA ENTRE OBJECTOS INANIMADOS, AO PASSO QUE O PODER SE REFERE A RELAÇÕES HUMANAS MAIS EFÉMERAS, QUE MUDAM DE FORMA CONSOANTE AS DIFERENTES CIRCUNSTÂNCIAS”.

    Em Fevereiro de 2012 (como se pode confirmr pela data), porque me pareceu que os “SOLIDÁRIOS” estavam a levar mais um “chefe” à desgraça, registei esse sentimento neste poema que vos brindo.

    Mantenhas

    AMIGO DO CHEFE

    Amigo doce que nem figo
    nada diz nem faz sem olhar para o seu umbigo-Chefe
    Sim senhor
    sim Senhor meu Senhor
    é refrão do canto ao Chefe

    Tê-lo contente
    p’ra estar à frente só por amizade
    dá-lhe folgo
    garra
    fé na vitória

    Na maratona em pista circular
    à volta do Chefe
    o nº um e único no pódio
    é inseguro
    mas incansável no aplaudir
    polir
    louvar

    Víbora activa e cativa
    p’ras operações de mordedura venenosa
    à sombra do amigo
    Ignora a Republica
    os amigos
    a família
    embriagado pela aguardente do cano traseiro do Chefe
    que lhe basta para ganhar peso e odor sem calor

    Lágrimas de riso do Chefe
    quando novo amigo concorrente
    diz que o ausente é incompetente
    Que comovente
    Assim é e se faz presente o amigo do Chefe

    ED: Lisboa. 19.02.12

  • FALTA DE IODO COMPLICA SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA

    A Direcção-Geral da Prevenção e promoção de Saúde através da Direcção do Serviço de Alimentação, Nutrição e Sobrevivência das Crianças, com o apoio do UNICEF procedeu terça-feira a cerimônia de entrega da Máquina de Iodização de sal bem como equipamentos informáticos com os respectivos assessórios. Após a entrega, o Representante do UNICEF na Guiné-Bissau, Abubacar [...]

    Read more

    Ensino Público : Aberto novo ano lectivo 2015-2016

    O ano lectivo 2015/2016 sob o lema "De mãos dadas para uma Educação Inclusiva" foi aberto oficialmente esta segunda-feira (11 de outubro)  em Bissau, numa cerimónia presidida pela ministra da Educação Nacional, Maria Odete Costa Semedo. Na ocasião, a ministra explicou que o acto se realizou graças a coragem do seu pelouro, uma vez que o país se encontra mergulhado há dois meses numa [...]

    Read more

    O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, apelou esta quarta-feira aos políticos guineenses para aplicarem o Acordo de Bissau para acabar com o impasse político que o país vive. O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, apelou esta quarta-feira aos políticos guineenses para aplicarem o Acordo de Bissau para acabar com o impasse político que o país vive. Num comunicado [...]

    Read more

    Presidente da Liga investido para mandato de quatro anos: PGR promete tudo fazer para que os direitos humanos sejam respeitados

    Augusto Mário da Silva foi investido esta terça-feira ao cargo de presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH), numa cerimónia presidida pelo Procurador-Geral da República, para um mandato de quatro anos. O presidente da LGDH foi eleito no 3º Congresso Ordinário da organização realizado no dia 16 de Maio passado. O PGR Hermenegildo Pereira, expressou o compromisso público[...]

    Read more

    ACORDO DE CONAKRY: FIM DA CRISE OU CRISE EM STAND BY?

      "Ter razão não dá razão", diz-se algures. A crise despoletada em Agosto de 2015 com a demissão do primeiro Governo da legislatura pelo Presidente da República, levou que tentativas várias fossem feitas para serenar os ânimos (no círculo do PAIGC), enquanto em níveis mais amplos, multilaterais, eram desenvolvidas iniciativas e acções que acabaram por envolver a comunidade [...]

    Read more

    O líder do Movimento Patriótico manifestou-se sexta-feira contra uma eventual constituição de um Governo de unidade nacional, mostrando a sua inexistência na Constituição da República. Por isso, defende que se não for o PAIGC, se não for uma nova maioria, então que se dissolva a Assembleia Nacional Popular permitindo ao povo eleger novos parlamentares. José Paulo Semedo lembrou [...]

    Read more

    CARTA ABERTA AO ENGº CIPRIANO CASSAMÁ

    Fernando Ka Como guineense preocupado com os tristes acontecimentos no país, agitados por gente sem escrúpulos, cuja única mira é chegar ao poder a todo o custo, mesmo que seja para passar por cima de cadáveres. Sinto-me indignado com a forma de que se tem servido para atingir o seu objectivo e tudo a que pode deitar a mão serve. O senhor tem sido acusado de instigador do conflito de [...]

    Read more

    Em resposta ao apelo das organizações da sociedade civil guineense agrupadas na Aliança Nacional para Paz e Democracia que decidiu avançar para desobediência civil a nível nacional, hoje, o Sindicato  dos Motoristas e Rodoviários da Guiné-Bissau (SMR) revelou que não vai aderir à iniciativa, por considerar os atuais acontecimentos no país de cunho político e que devem ser resolvidos [...]

    Read more

    “(…) Arrependi-me de fazer esta enumeração de problemas porque o leitor da Guiné, depois de a ler, dirá logo ao primeiro amigo que tudo isso é desnecessário (se não disser qualquer nome feio) porque sempre se viveu sem se saber das condições de vida do preto e a Guiné progrediu sem isso e até porque desses inquéritos não resultará aumento de volume de negócios ou de riqueza [...]

    Read more

    Assaltada por um vazio, deito a mão ao actual livro de cabeceira, a compilação “Pensar para Melhor Agir”, das intervenções do Fundador das nacionalidades GB e CV, Amilcar Cabral, no Seminário de Quadros, 1969. E leio: “ Alguns camaradas, mesmo entre os que estão sentados nesta sala, têm a tendência de procurar comodidades à medida que crescem as suas responsabilidades. Há [...]

    Read more

    Veja mais artigos >>